LilianreinhardtArt.prosaeverso.net

Sensíveis Cordas!

Textos

     (Líricas de Um Evangelho insano)


Estação nada fugidia
torpor de incontidas feras
de animais raízes
Sem planetas sem eras
grilhões sulcam o tempo
na alma cansada
esfinge de crateras
dançam olheiras do mundo
É tempo de vestes arrancadas
 esse tempo de estar só
infinitamente só
Comboio de si

 
Lilian Reinhardt
Enviado por Lilian Reinhardt em 15/12/2019
Alterado em 15/12/2019
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras