LilianreinhardtArte.prosaeverso.net

Sensíveis Cordas!

Textos

....nenhum jardim é superfície, nenhum corpo é  superfície,  o que não se vê para mim é a insustentável luta que desafia o meu  olhar. É o som do silêncio das  profundezas da terra que acontece o mistério da árvore que desafia o embate dos ventos. Onde guardariam  as aves os seus ninhos  se seus troncos não tivessem vértebras e acordes fundos ? E se  não  houvessem  asas  e estas  não conhecessem da sabedoria de seu prumo às aves  ? O que eu não vejo,  o que me olha.
  É o desafio em busca à essas  profundidades, que muitas vezes nos faz   tombar de cansaço, de desilusão, de fadiga //será que raiz de árvore e seus sons são utopia?  ...................................
,,,,e o texto pode continuar ao infinito com seus erros  porque palavras são sinais, se apagam, mas os sons estão além da efemeridade, caminham em outro corpo , pela voz e seus tons  os animais entendem e sentem os humanos....e nós humanos entre humanos ainda inaudíveis com os nossos  sentidos, inaudíveis aos nossos sons...
Lilian Reinhardt
Enviado por Lilian Reinhardt em 19/08/2017
Alterado em 21/08/2017

Música: Minueto - Paderewski

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras