LilianreinhardtArte.prosaeverso.net

Sensíveis Cordas!

Textos


Artwork by Lilian Reinhardt



 
Como começar .....? sem princípio, um lápis deslizando na folha em branco e arranhando a trama velada?! Por detrás desse branco outros brancos, outras letras, outras moradas, outros sinais, outros caligramas.... Uma viagem da pele à carne do papel... alma guardada ensombra a claridade das sombras que vejo. Agora apenas um abstrato, um devaneio sem sonhos entre os pigmentos matéricos e moleculares das celulas diluídas da pasta de celulose à arvore só da minha retina. Bendita seja canção da vida e da morte que guarda n0 pó da estrada o mistério do salmo nunca dito, de páginas nunca escritas, de tintas nunca manchadas, de linhas nunca singradas, que as palavras evaporam-se e o ponto símbolo da interrupção do silêncio da fluidez da linguagem flui a ressonancia de dentro, minha paisagem fora não existe...
Lilian Reinhardt
Enviado por Lilian Reinhardt em 10/08/2017
Alterado em 11/08/2017

Música: Fantasie Impromptu - Chopin

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras