LilianreinhardtArte.prosaeverso.net

Sensíveis Cordas!

Textos


       

......não sei dizer Feliz Natal como gostaria, quando sinto a alma despedaçada, quando a dor da indiferença e da desumanidade faz toda a diferença a alma sensível, bem como os muitos cumprimentos quando hipócritas em nossa miséria humana do dia a dia.. Fui traída e isto é tragédia insólita., mas a palavra na Web é muitas vezes traiçoeira e com ela o mundo se cumprimenta e interage.  Lamento, os refugiados morrem no mar, e no mar da Internet afoga-se  o homem pós-moderno.  É preciso reaprender o que é Natal, quem é o Natal! Esses shoopings/templos eu não os frequento e me parecem simulacros de totens e cultos de uma nova mitologia; o culto ao consumo . Quem é o NATAL?!  Eu não sei mas  O busco incessantemente na minha  miséria, como simbologia profunda de um código da Lei da Natureza e do mistério da Luz. E que fazem os homens senão festejar e festejar mesmo que ignotos ao sentido de seus festejos. Quantos animais sacrificados à hipocrisia do consumo, totalmente alheio a esse festejo,  banquetes fartos, outros morrendo de fome, catando no lixo os restos dos fartos,  total incomplacencia à sensibilidade dos animais quanto mais  a senbilidade humana.. Comer, gozar e morrer pode ser a questão do Mesmo, dessa inteligência científica materialista, robótica,flamejantemente atômica desta era pós-moderna, processo que só as Leis da Natureza irrevogáveis saberão como ensina-la!!!

´23 de dezembro de 2016
                    
 
Lilian Reinhardt
Enviado por Lilian Reinhardt em 23/12/2016
Alterado em 24/12/2016
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras