LilianreinhardtArte.prosaeverso.net

Sensíveis Cordas!

Áudios

Casa-Alma
Data: 17/03/2012
Créditos:
Poema: Casa-Alma
Autoria e Declamação: Lilian Reinhardt
Gravação: Acústica JLSCuritiba/PR
Agradecimentos: Jorge e Maria Elisa
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


pintura/Lilianreinhardt
oil painting and pastel



                  CASA-ALMA


                    Minha casa-alma me habita
             e me percorre no mistério 
            dessas colinas. 
           Quando a noite chega,
            recolhe-me...
           e assim sou recolhida
           pelo sudário da neblina.
                    Na escuridão dessa viagem,
                    só os ôcos silêncios
                   fazem a liturgia,
                   enquanto meus pés
                   descalços sentem o torpor,
                  das folhas salpicadas 
                  que se escrevem.
          Mas, quando venta 
          empoeiram-se os manuscritos 
          e lavam-se sob o orvalho.
                  Nesta casa-alma de prenhez 
                 e  tormentos sem atalhos,
                  os pássaros fazem aconchego 
                 entre os esconderijos
                  das ramagens.
           Minha casa-alma a noite
           é assim este estranho ninho,
           coagulante de suores,
           de verdes dores, selvagens!


               
www.lilianreinhardt.prosaeverso.net
                      www.cordasensivel.blogspot.com
                
               
www.poetasdelmundo.com

Enviado por Lilian Reinhardt em 04/03/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras