LilianreinhardtArte.prosaeverso.net

Sensíveis Cordas!

Áudios

Artesania
Data: 28/01/2012
Créditos:
Poema: Artesania
Autoria e Declamação: Lilian Reinhardt
Gravação: Acústica JLC/Curitiba/PR
Agradecimentos: Jorge e Maria Elisa
Homenagem: Sexto aniversário de Afiliação ao Recanto das Letras
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


desenho/Lilianreinhardt

                     ARTESANIA    


 Na olaria a ânfora
 silencia sobre o trabalho do oleiro.
 O oleiro simplesmente molda
 o cheiro forte da terra
 e guarda nas mãos o vértice
 dos grãos...
 O oleiro simplesmente projeta
 sobre o cálice a geometria da cruz,
 e marca a boca da taça,
 com o vinho do amanhã 
 insondável...
 Suas mãos deslizam sobre as travessias.
 sobre os poros e os cabelos do pó... 
 suas mãos retém as partículas da argila,
 e assim a ânfora guarda do oleiro o pensamento,
 do coração os sentimentos,
 da profunda noite,a  escuridão do olhar...
 do amor, as ciências, o fermento,
 o tormento das vinhas!...




www.lilianreinhardt.prosaeverso.net
www.cordasensivel.blogspot.com
www.abrali.com
www.poetasdelmundo.com


Enviado por Lilian Reinhardt em 11/01/2007

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras